contato@clinicalumiere.com.br | Rua Leonardo Pinto da Cunha, 133 Vl. Adyana - São José dos Campos, SP

☎️  12 3913-2863 ☎️  12 3922-8651 logo whatsapp 12 99799-8651

Carboxiterapia

     A carboxiterapia é um procedimento realizado através da injeção de gás carbônico nos tecidos para diversas finalidades.

     O gás carbônico é um potente vasodilatador, ou seja, aumenta muito a circulação do local onde é aplicado. Com uma circulação melhor, há mais sangue, oxigênio e nutrientes para a pele. Uma pele mais oxigenada cicatriza melhor e produz mais colágeno. Além disso, com a circulação funcionando adequadamente há uma redução do inchaço e melhora na distribuição de líquidos no corpo. A distensão do tecido pelo gás carbônico faz com que a pele retraia e melhore a flacidez, pois a presença física do gás estimula a produção de colágeno pelos fibroblastos.

Celulite

     A carboxiterapia é o único procedimento que atua nos três níveis dos fatores de desenvolvimento da celulite: edema, gordura e fibrose. O edema (inchaço) é resolvido pela dilatação dos vasos e otimização da circulação, a fibrose é rompida pela injeção de gás e a gordura mais facilmente quebrada pelo aumento do metabolismo que ocorre no local.

Estria

     No caso das estrias, o gás carbônico atua distendendo o tecido dessa cicatriz. O descolamento preenche essa região de gás carbônico e estimula a formação de colágeno no local. Os benefícios são muito mais visíveis para estrias novas, avermelhadas.

Gordura Localizada

     Além de melhorar a circulação e a queima de gordura no local, a carboxiterapia, segundo estudos publicados no ano de 2001 no periódico Aesthetic Plastic Surgery, promove a quebra das células de gordura. É um procedimento bastante recomendado para regiões com acúmulo de gordura localizada como abdômen, flancos, culotes, coxas, braços, papada etc.

Cicatriz e Fibrose

     A carboxiterapia também atua no procedimento de cicatrizes e no procedimento de fibroses decorrentes de cirurgias plásticas, como a lipoaspiração, por exemplo. O gás carbônico rompe a fibrose e ameniza irregularidades.

Olheiras

     A carboxiterapia é indicada para melhora da aparência das olheiras e flacidez de pálpebra. O gás carbônico medicinal é altamente difusível. Ao ser injetado na pele, por um mecanismo chamado efeito Bohr, é captado pela hemoglobina do sangue, sendo então transportado por ela e eliminado através da expiração. Na carboxiterapia para olheira, o gás carbônico medicinal purificado, é injetado na derme (camada da pele) por uma agulha bem fina, no canto da olheira. O acúmulo do gás descola a pele na região da pálpebra inferior, que se “esvazia” em poucos minutos. O efeito de clareamento das olheiras pode ser observado logo nas primeiras sessões.

Flacidez

     O estímulo à formação de fibras colágenas e a melhora da microcirculação local auxiliam a melhora tanto da textura quando a espessura da pele, justamente em função do aumento de colágeno nos locais da aplicação.

Qual o número de sessões necessárias e o intervalo?

     Para cada tipo de procedimento é recomendada uma frequência de sessões diferentes, que varia de aplicações semanais, quinzenais e até mensais, de acordo com o objetivo. O número de sessões necessárias vai variar bastante de acordo com a quantidade de gordura localizada na região, estrias, aparência das olheiras. Em média, realiza-se um ciclo de 10 sessões e depois o procedimento é reavaliado.

Qual o aparelho de carboxiterapia utilizado na Clínica Lumière?

     Utilizamos o Ares, que é um equipamento microcomputadorizado para carboxiterapia. O gás carbônico medicinal é previamente aquecido através de um dispositivo do Ares, o que diminui o desconforto do paciente. Registro na ANVISA: 10360310032

Avaliação Gratuita

Caso você tenha alguma dúvida, entre em contato conosco!
Nossa equipe está sempre disponível para lhe atender!

Clínica Lumière

  • Rua Leonardo Pinto da Cunha, 133
  • Vila Adyana - São José dos Campos São Paulo

Contato

  • Telefone 12 3913-2863 | 12 3922-8651
  • WhatsApp 12 99799-8651
  • Email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.